METIS 1       METIS 2       METIS 3 e suplementar

Metis (1 – 2 – 3 e suplementar)

Fitzen é desenvolvido e organizado sob a ótica da Metis (que significa em grego: plano, habilidade, sabedoria e provém de uma raiz verbal que significa “medir”, o que pressupõe “cálculo, conhecimento exato”. São 43 protocolos periodizados em cifras, preceitos, símbolos e respiratórios.

É um método de treinamento corpo e mente desenvolvido para melhorar a sua vida! Tem a função ampliar seu condicionamento físico, diminuir os níveis de stress, melhorar a qualidade do sono, emagrecer, fortalecer e definir o corpo, enfim, aprimorar a saúde física e mental. E tudo isso é percebido logo nas primeiras sessões.

Fitzen é estruturado por princípios que visam a ativação postural integral e o equilíbrio mental, realizado por meio de exercícios psicofísicos que desenvolvem a flexibilidade, a força, o equilíbrio e o domínio da respiração, lhe proporcionando bem estar e autonomia prática.

Como surgiu

Aula Fitzen 23.08.08 136-1Q

Filho de um professor de química e física quântica e uma professora de matemática e biologia, aos 10 anos de idade, o brasileiro, Marcelo Junqueira, idealizador do método Fitzen, ajudava o pai a corrigir provas de física e a montar maquetes de moléculas tridimensionais de química, e também, acompanhava sua mãe nos laboratórios de anatomia e biologia.

Marcelo se interessou pela atividade física muito cedo se tornando professor aos 14 anos de idade. Estudou dança clássica e contemporânea, artes marciais, capoeira, ginásticas, artes corporais e o yoga tradicional indiano. Cursou a faculdade de Educação Física e se formou em programação neurolinguistica pelo Instituto Brasileiro de PNL. Atualmente é responsável pela elaboração e estruturação da metodologia Fitzen junto com sua equipe na empresa FISB.

Em meados de 2002 adquiriu uma dor crônica na lombar por excesso de atividade física, que o afastou das aulas que ministrava diariamente. Foram 3 anos de tratamento e segundo seus médicos e fisioterapeutas, ele deveria abandonar a atividade física como profissão.

“Não podia ficar mais que 20 minutos em pé que as dores já começavam e passava grande parte do dia sentado, sempre me entupindo de antiinflamatórios.”

Em busca de respostas dedicou-se aos estudos sobre a coluna vertebral e suas conexões mentais, pesquisando ferramentas e técnicas de treinamento físico e mental utilizadas no passado e colocando em prática esse conhecimento associando-os a princípios modernos de aplicação dessas técnicas.

“Comecei a treinar e obtive uma grande melhora com os exercícios tridimensionais. Minha coluna foi se estabilizando e recuperando a vitalidade!”

Ao organizar essas informações desenvolve um programa de treinamento corpo e mente em busca da ativação postural integral e o equilíbrio mental por meio de exercícios psicofísicos, o Fitzen.

Grande parte dessa literatura teve que ser traduzida de livros e documento antigos sobre programas condicionamento físico praticados na Rússia e na Índia. Durante os treinos é preciso dominar a respiração, afirma Marcelo Junqueira. Se o aluno não sabe respirar corretamente, ele ainda não sabe treinar!

O método Fitzen propõe uma metodologia onde os treinos não se repetem e nenhum exercício é demonstrado visualmente. A idéia é não cair na rotina e evocar o processo interno de cada um através da linguagem neurológica, assim, confiar na competência das pessoas, diz Marcelo.

As capacidades aeróbicas e anaeróbicas são realizadas em conjunto reduzindo pela metade o tempo de treinamento que acontece em 39 minutos. O foco do método Fitzen é exclusivamente na otimização dos resultados, comenta.

A conexão corpo e mente é realizada através do princípio psicofísico. O aluno precisa pensar, concentrar, respirar corretamente para que os exercícios aconteçam. Outro aspecto, é que o método desvincula atividade física de lazer e prazer.

Lazer é brincar, sair com os amigos, fazer o que você quer fazer! Atividade física é pegar pra fazer, é fazer o que você precisa! É como escovar os dentes, não tem que discutir. Ao se traçar estratégias para se atingir resultados, nos encontramos na categoria do trabalho. Lazer não tem comprometimento nenhum com resultado, comenta Marcelo Junqueira.

Pensando assim, os praticantes de Fitzen reposicionam suas metas dentro do “círculo de influência” por meio da boa formulação de objetivos (BFO) e relatam que os resultados aparecem de uma forma que os eles não obtinham antes.

Tiramos o melhor das pessoas e esperamos despertar a consciência delas para uma melhor qualidade de vida e autotransformação, pois para nós, autoconhecimento todo mundo tem. Todos sabem que precisam praticar algo, alimentar bem, parar de fumar, dormir melhor… A ponte entre o autoconhecimento e a autotransformação é a “mudança”, é pegar pra fazer, afirma Marcelo Junqueira

Com essa abordagem o método Fitzen proporciona a seus praticantes o melhor da CRIatividade física!

 

Fitzen e Stump tem patente metodológica requerida pela empresa Fit Systems Brasil Empreendimentos (FISB) sob a guarda e registro do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI,) sobre os quesitos marcas, patentes e propriedade intelectual. Sendo assim, é expressamente proibido o uso não autorizado da marca e do método, e a reprodução do implemento supracitado.